Revista
GRANTA 9
Comer e Beber
«Somos escravos da comida; escravos voluntários, é certo. Temos as nossas vidas organizadas em torno de rituais alimentares. Poderia traçar-se o retrato de cada um de nós a partir dos hábitos comensais, de acordo com as idiossincrasias e as diferentes circunstâncias de tempo e de lugar; uma biografia gastronómica, por assim dizer. A literatura já o faz há muito. Comer pode ser uma forma de redenção. E também, graças a deus, uma elaborada forma de pecar. Jorge Luis Borges imaginava o paraíso como uma espécie de biblioteca; se não for pedir muito, que seja uma biblioteca, de preferência, onde se possa comer e beber.» —CVM
[comprar]
Maio de 2017
pvp: 19 euros
pvp online: 17.1 euros
[assinar a Granta]

Neste número:
Luís Afonso, Chez Hyppolite
Djaimilia Pereira de Almeida, Aula de culinária
André Carrilho, capa e ilustrações
Ana Margarida de Carvalho, Última ceia
Juan Cavia, Sleepwalk
Alexandra Prado Coelho, Bolos entre ruínas
Giles Foden, O banquete do Idi
Sousa Jamba, Açúcar no sangue
Mieko Kawakami, Sobre ela e as memórias que lhe pertence
Tatiana Salem Levy, Azeitona verde
Adília Lopes, Come chocolates, pequena
Filipe Melo, Sleepwalk
José Tolentino Mendonça, Notas para a minha autobiografia aliment
David Mitchell, Variações sobre um tema no Mister Donut
Ricardo J. Rodrigues, Então a carne
Richard Zimler, A pior refeição da minha vida
Graham Swift, O talhante de Bermondsey
© 2013-2017 GRANTA
powered by Miguel Figueiredo