Revista
GRANTA 6
Noite
«Sabe-se lá o que a noite propicia e proporciona. Perdi a conta ao número de vezes em que me foi garantido que de noite todos os gatos são pardos. Sobre tudo, podem escrever-se tratados objectivos e rigorosos, descritivos, científicos, indesmentíveis; ou: podem procurar-se elos ocultos, memórias soterradas, pequenas verdades íntimas. Na noite cabe tudo: o tangível e o imaginado, a insónia e o sono, o sonho e o pesadelo, o cansaço e o descanso, a boca que beija e a boca que morde, o isqueiro e a lâmina, o salto e o susto, a sombra e a sombra da sombra.» —CVM
[comprar]
Outubro de 2015
pvp: 19 euros
pvp online: 17.1 euros
[assinar a Granta]

Neste número:
Alexandre Andrade, Criatura
William Boyd, A noite transfigurada
A. M. Pires Cabral, A noite, as noites
Matilde Campilho, Folk nocturne
Dulce Maria Cardoso, O coração do meu mundo...
Mário Cláudio, O Sonho de Constantino
José Riço Direitinho, Daqui em diante só há ursos polares
Nuno Júdice, Uma história de amor
Robert Macfarlane, Caminhar à noite
Jay McInerney, Turno da noite
Antonia Pellegrino, Leão com leão
Ana Teresa Pereira, Inner landscapes
Helen Simpson, Pensamentos nocturnos
Colin Thubron, Noite no Vietname
Jordi Burch, ensaio fotográfico
Rachel Caiano, ilustrações
Jorge Colombo, capa
© 2013-2017 GRANTA
powered by Miguel Figueiredo