Revista
GRANTA 7
O mundo é um palco
«Foi a poesia, antes da psicanálise, que nos tornou conscientes desta perturbante verdade existencial: somos múltiplos, habitados por heróis e vilões que se digladiam em silêncio. O que não temos dentro de nós, experimentamo-lo por empréstimo. Ouvimos os outros, reais ou imaginários, para vivermos outras vidas, escapando momentaneamente à nossa. Somos grandes, contemos multidões. Somos, cada qual à sua maneira, depósitos de histórias verdadeiras e inventadas, mas também fabricantes de realidades fantasmáticas: sonhos, fantasias e alucinações.» —Carlos Vaz Marques
[comprar]
Maio de 2016
pvp: 19 euros
pvp online: 17.1 euros
[assinar a Granta]

Neste número:
Abel Barros Baptista, Elvis hasn´t left the stage
Julian Barnes, Encurralar. Dominar. Foder.
Mathias Énard, O instante da passagem
Luísa Costa Gomes, Spike Milligan e a ilha deserta
Alan Hollinghurst, Realces
Pico Iyer, A beleza do artifício
Filipa Melo, Um presépio sem Natal
Vítor Nogueira, Barbearia
Joseph O´Neill, A ascensão do homem
Harold Pinter, Nota sobre Shakespeare
Jacinto Lucas Pires, Ensaio aberto
Patrícia Portela, A via láctea de Tintoretto
Tiago Rodrigues, Quando em meu mudo e doce pensamento
Teresa Veiga, Antes da revolução
Augusto Brázio, ensaio fotográfico
Danuta Wojciechowska, ilustrações
Jorge Colombo, capa
© 2013-2017 GRANTA
powered by Miguel Figueiredo