Autores
James Fenton
Nasceu em 1949, em Inglaterra. Notabilizou-se como repórter em cenários de guerra. É autor de relatos sobre o Camboja e o Vietname já considerados clássicos do jornalismo moderno e compilados no livro «All the Wrong Places». Iniciou-se como colunista político na «New Statesman», ao lado de figuras como Julian Barnes, Martin Amis e Christopher Hitchens, que lhe dedica um capítulo do seu livro Hitch-22. Além de jornalista e crítico literário é também um poeta premiado.
James Fenton participa na GRANTA 2 com «A revolução instantânea».

«Corremos pela grande escadaria acima e virámos à direita, para a antecâmara. E ali estava o próprio Marcos sentado, com Imelda e toda a família à volta, três ou quatro generais à direita. Tinham escolhido a antecâmara em vez da sala principal, porque havia poucos jornalistas e operadores de câmara, e já não se via em lado nenhum o aparato militar do dia anterior. Olhei Marcos atentamente e pensei: não é ele. Parecia um ectoplasma. Como o Poderoso Mekon. Falava de uma forma precisa e legalista, o que soava simultaneamente lúcido e completamente absurdo. Tinha a mão esquerda debaixo da mesa, e eu observei-a por instantes para perceber se ele estaria a escondê-la deliberadamente. Mas não.»
© 2013-2017 GRANTA
powered by Miguel Figueiredo