Autores
José Eduardo Agualusa
Nasceu em Angola, em 1960. Estudou Agronomia e Silvicultura e foi jornalista. Publicou 11 romances e quatro recolhas de contos, além de diversos títulos para crianças. Escreveu ainda quatro peças para teatro, duas delas em co-autoria com o escritor moçambicano Mia Couto. Os seus livros estão traduzidos para 25 idiomas. «O Vendedor de Passados» foi distinguido com o Prémio Independent para a melhor ficção estrangeira. «Teoria Geral do Esquecimento» venceu o Prémio Literário Fernando Namora 2013.
Livros publicados
na tinta-da-china
José Eduardo Agualusa participa na GRANTA 2 com «O bom déspota» e na GRANTA 4 com «Cartaria», correspondência com Mia Couto.

De «O bom déspota»:
«Só conheço dois tipos de lealdade: a que compramos e a que resulta de laços de sangue. Contudo, a primeira é sempre volátil. Não se pode confiar num homem que se vende. Eis o triste paradoxo com que todos os dias me confronto — só os meus inimigos são inteiramente confiáveis. O conceito de inimigo, convém esclarecer, é diferente do de adversário. Inimigo é todo aquele que não se deixa comprar. O segundo tipo de lealdade, embora muito mais sólido, também pode trazer más surpresas. Um filho voltar-se contra o pai parece-me a pior das perversões, mas acontece. O mais seguro, portanto, é juntar os dois tipos de lealdade, comprando também os que são do nosso sangue e distribuindo por eles as bases do poder político e económico.»
© 2013-2017 GRANTA
powered by Miguel Figueiredo