Autores
Dulce Maria Cardoso
Nasceu em Trás­‑os­‑Montes, em 1964. É autora de quatro romances e dois livros de contos, tendo­‑se estreado como romancista em 2001, com «Campo de Sangue». Foi galardoada com vários prémios e distinções, entre os quais o Prémio da União Europeia para a Literatura, atribuído a «Os Meus Sentimentos». O romance mais recente, «O Retorno», foi considerado pela imprensa Livro do Ano 2011. A sua obra encontra­‑se traduzida em várias línguas e é estudada em diversas universidades.
Livros publicados
na tinta-da-china
Dulce Maria Cardoso participa na GRANTA 1 com «Em busca d´eus desconhecidos» e na GRANTA 6 com «O coração do meu mundo ou o papagaio que gostava de bolo de arroz».

De «Em busca d´eus desconhecidos»:
«Não havia qualquer dúvida sobre a minha decisão: quando fosse grande seria fumadora. Para ser bela, boa e poderosa. No meu entendimento de criança, estava convencida de que somos aquilo que mostramos. Ou que mostramos aquilo que somos. Como se existisse um código corporal e gestual de fácil compreensão que permitisse a qualquer pessoa saber, sem engano, aquilo que os outros são. Nesse código, fumar com a elegância com que o meu pai o fazia significava ser­‑se bom e poderoso.»

De «O coração do meu mundo ou o papagaio que gostava de bolo de arroz»:
«A minha mãe vai ser operada ao coração daqui a umas semanas e já sei o que é ficar sem mãe e também já sei como a morte do meu pai me vai matando um bocadinho todos os dias na saudade que tenho. Não, não é saudade, que a saudade pressupõe a possibilidade de um reencontro, o que sinto é outra coisa para que não tenho palavras, ainda não tenho palavras, talvez nunca as tenha, mas está bem que seja assim, há coisas que as palavras só atrapalham.»
© 2013-2017 GRANTA
powered by Miguel Figueiredo