Tinta da China Portugal
[Livro]
Hoje é sempre ontem
- um Rio de Janeiro
Daniel Blaufuks

A partir do olhar de Blaufuks,
fotógrafo-viajante, encontramos, em cada país, em cada cidade diferente, os temas fundamentais do seu trabalho: a representação da memória pública e privada, e uma peculiar ligação entre tempo e espaço.
[Ver interior]
"Lembro-me de pensar, ao visitar pela primeira vez um cemitério no Rio de Janeiro e ao ver todas aquelas campas debaixo do sol, como é injusta a morte aqui, como se o não fosse também em qualquer outro lado do mundo. Mas morrer no meio desta natureza, desaparecer a qualquer momento deste conjunto de praias, flores, botecos e sei lá quantas mais coisas agradáveis, pareceu-me naquele momento a maior injustiça de todas, apenas comparável talvez à expulsão de Adão e Eva dos jardins do Paraíso.
Decidi-me assim a fotografar. A cidade fascina-me o suficiente para tentar imaginar o que seriam as possíveis imagens dela. Porque não é propriamente uma cidade sem imagens, pelo contrário, é uma cidade-palavra que convoca inúmeras imagens na mente de qualquer pessoa que escuta o seu nome. Rio. Nem será preciso completar e imediatamente qualquer um imagina praia, sol, copacabana, ipanema, carnaval, pão de açúcar, favelas, tiros, e todos os outros clichês, que, não por acaso, é uma palavra que em tempos queria também dizer fotografia. (…)"
—Daniel Blaufuks


R$: 79R$
R$ online: 79R$

[ ler sobre Daniel Blaufuks ]

tema(s): Fotografia
1.ª edição: Agosto de 2013
n.º de páginas: 136
tipo de capa: Dura
formato: 24.5x19.5 cm
isbn: 978-85-65500-08-1
© 2007-2017 Edições tinta-da-china
powered by informira.com