Inicio\GRANTA PortugalTinta da China Brasil\
ENTRAR
ITENS: 0
TOTAL: €0
[CESTO VAZIO]
subscrever NEWSLETTER

ALGUMA COISA NEGRO

Jacques Roubaud
  • €15.92
  • €19.90
«"Alguma Coisa Negro" (1986) é um "in memoriam" dedicado à artista canadiana Alix Cléo Roubaud, falecida aos 31 anos com uma embolia pulmonar. O seu viúvo, Jacques Roubaud, enfrenta uma afasia depressiva, e inventa fórmulas elegíacas que não as tradicionais ("evocação, imprecação, futuro anterior"). A linguagem quer ir muito além de um banal "onde estás?", ao mesmo tempo que contesta a incomunicabilidade entre emoção e experimentalismo. Em nove sequências com nove poemas de nove estrofes (herança das matemáticas, que o poeta estudou e ensinou, e dos constrangimentos formais tão apreciados pela confraria OuLiPo), o monólogo transforma-se em diálogo virtual, hipotético. Roubaud formula proposições teóricas, meditações melancólicas, enquanto concebe outros mundos, possíveis ou ficcionais. A vida continua, a escuridão continua. E continua tudo o que Alix deixou: cartas, diários, gravações, fotografias, auto-retratos. Imagens materiais e imagens mentais que unem os vivos e os mortos ou que os afastam mais ainda.» — Pedro Mexia

«A morte de quem se ama não nos transformará em massa informe. Uma recusa, portanto. E é essa proeza, esse heroísmo primeiro que observamos em "Alguma Coisa Negro", de Jacques Roubaud.» — Gonçalo M. Tavares, Prefácio

EDIÇÃO BILINGUE, TRADUÇÃO DE JOSÉ MÁRIO SILVA
  • JANEIRO DE 2017   |   
  • 256 PÁGINAS   |   
  • 20x14.5 CM   |   
  • ISBN: 978-989-671-350-8
  •    |   PREF. Gonçalo M. Tavares
  •    |   TRAD. José Mário Silva  
  • Estes livros também podem interessar-lhe: