Inicio\GRANTA PortugalTinta da China Brasil\
ENTRAR
ITENS: 0
TOTAL: €0
[CESTO VAZIO]
subscrever NEWSLETTER
AUTORES
Patricio Ferrari (Merlo, 1975) doutorou‑se em 2012 na Universidade de Lisboa, com uma tese sobre a poesia trilingue de Fernando Pessoa, e concluiu um MFA em poesia na Brown University (EUA). Publicou a primeira edição crítica da poesia francesa de Pessoa, para além de outros seis volumes de obras pessoanas, e duas revistas nos Estados Unidos com números dedicados à vertente inglesa do autor...

ler mais
Paulo de Medeiros é professor catedrático de Literatura Comparada na Universidade de Warwick, no Reino Unido. Estudou nas universidades de Lisboa, Freiburg e Massachusetts (Boston e Amherst). Entre 1998 e 2013, foi professor catedrático na Universidade de Utrecht, na Holanda, onde dirigiu o Departamento de Estudos Portugueses. Foi professor convidado em várias universidades em Portugal, em...

ler mais
Paulo Marcelo nasceu em S. João da Madeira em 1972. É mestre em Design pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e docente no Instituto Superior de Entre Douro e Vouga, em Santa Maria da Feira, onde também é responsável pela área do marketing e comunicação. Desenvolve, desde 2001, projectos na área do design gráfico: packaging; ilustração; criação de ambientes...

ler mais
Paulo Martins, nascido em Coimbra em 1962, é jornalista e professor universitário convidado de Ética e Deontologia Jornalística no ISCSP (Universidade de Lisboa). Doutorado em Comunicação Social, desenvolve estudos sobre os média enquanto investigador associado do Centro de Administração e Políticas Públicas. É autor de «O Privado em Público — Direito à Informação e Direitos de Personalidade»...

ler mais
Paulo Scott nasceu em Porto Alegre em 1966 e mora no Rio de Janeiro. Autor de poesia e teatro, teve um dos seus livros de contos, «Ainda Orangotangos», adaptado para cinema por Gustavo Spolidoro. «Habitante Irreal» é o seu segundo romance e foi finalista dos prémios Jabuti e São Paulo de Literatura e vencedor do Prémio Machado de Assis 2012.

ler mais
Paulo Varela Gomes (1952-2016) foi professor dos ensinos secundário e superior até se reformar em 2012, autor de artigos e livros da sua área de especialidade (História da Arquitectura e da Arte), colaborador e cronista permanente de vários jornais e revistas, designadamente do «Público», autor e apresentador de documentários de televisão. Escreveu o livro de crónicas «Ouro e Cinza» e os romances...

ler mais
Pedro Adão e Silva (Lisboa, 1974) é licenciado em Sociologia (ISCTE-IUL), doutorado em Ciências Sociais e Políticas (Instituto Universitário Europeu, Florença) e professor na Escola de Sociologia e Políticas Públicas do ISCTE-IUL. Colunista no Expresso e no Record, é comentador político na RTP e na TSF, onde é autor do programa de música Zona de Conforto. Comenta também na Sport-TV. É autor de...

ler mais
Pedro Aires Oliveira (1971) é docente no departamento de História da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Os seus principais temas de investigação são a história das relações internacionais e a história contemporânea de Portugal. Em 2000 publicou o livro «Armindo Monteiro. Uma biografia política» (Prémio Aristides Sousa Mendes, da Associação Sindical dos...

ler mais
Pedro Marques Gomes é doutorando em História Contemporânea na FCSH-UNL. Mestre em Jornalismo pela ESCS-IPL. É investigador do Instituto de História Contemporânea da FCSH-UNL, tendo participado no projecto «Justiça Política na Transição para a Democarcia em Portugal», financiado pela FCT. Publicou «Os Saneamentos Políticos no "Diário de Notícias" no Verão Quente de 1975» (Alêtheia, 2014).

ler mais
Pedro Mexia nasceu em Lisboa, em 1972. Licenciou-se em Direito pela Universidade Católica. Crítico literário e cronista nos jornais «Diário de Notícias» e «Público», escreve actualmente no semanário «Expresso». É um dos membros do «Governo Sombra» (TSF / TVI24), e co-autor, com Inês Meneses, de «PBX», um programa da Radar e podcast do «Expresso». Foi subdirector e director interino da Cinemateca...

ler mais
Peter Carey nasceu em 1943, na pequena cidade australiana de Bacchus Marsh. Em Melbourne, teve uma breve experiência universitária (estudou Ciências na Monash University) e iniciou-se como «copywriter». O trabalho enquanto publicitário, que só abandonaria definitivamente em 1990, serviu-lhe de base de sustento, enquanto aprofundava os seus interesses literários e se familiarizava com escritores...

ler mais
Pierre Hourcade nasceu em 1908 em Châlons-sur-Marne, no nordeste de França. Aos 19 anos matricula-se em Letras na École Normale Supérieure, em Paris, e chega a Coimbra no início de 1930 com uma bolsa de estudos para preparar a sua tese sobre Guerra Junqueiro. Aí contacta com a revista «Presença» e torna-se membro do grupo. É então que conhece Fernando Pessoa. Concluída a sua tese, Hourcade...

ler mais
Pipi nasceu no século XX, curiosamente em resultado de uma cópula. Talvez tenha começado aí o seu interesse pelo fornício, acentuado por um incidente ocorrido no decurso do supracitado concúbito: precisamente no momento da concepção, sua mãe perguntou a seu pai se ele tinha dado corda ao «godemichet». Era um «godemichet» antigo, constituído por maquinaria complexa que requeria bastante tensão nas...

ler mais
Pitu Saá nasceu na Argentina em 1980. É ilustrador freelancer, responsável pela imagem da Colecção Antiprincesas.

ler mais