Inicio\GRANTA PortugalTinta da China Brasil\
ENTRAR
ITENS: 0
TOTAL: €0
[CESTO VAZIO]
subscrever NEWSLETTER
AUTORES
Jacques Roubaud nasceu em 1932, em Caluire-et-Cuire (região Ródano-Alpes). Matemático, deu aulas nas universidades de Rennes e de Paris, e ensinou poesia na École des hautes études en sciences sociales. Doutorou se com uma tese sobre o soneto francês, orientada por Yves Bonnefoy. Poeta, publicou, entre muitos outros, «Trente et un au cube» (1973), «Alguma Coisa Negro» (1986), «La pluralité des...

ler mais
James Walvin foi professor na Universidade de York, onde hoje ocupa o cargo de professor emérito de História, tendo sido também professor visitante em várias universidades das Caraíbas, dos EUA e da Austrália. É autor de diversos livros sobre a história da escravatura e do comércio de escravos, como «Black Ivory: A History of British Slavery». A sua obra «Black and White» foi galardoada com o...

ler mais
Jan Morris recebeu ao nascer, em 1926, na pequena cidade inglesa de Clevedon, o nome de James Humphrey Morris. Apesar da identidade masculina, percebeu «aos três, talvez quatro anos», que tinha nascido «no corpo errado». Estudou história em Oxford e aos 17 anos ingressou, como voluntário, no Exército inglês. Mais tarde foi integrado no 9.º Regimento de Lanceiros, célebre pelo seu carácter de...

ler mais
Nasceu a 30 de Abril de 1883, na região da Boémia, então pertencente ao Império Austro‑Húngaro. O seu pai morreu quando Hašek tinha apenas 13 anos. As dificuldades económicas da família obrigaram a que cedo começasse a trabalhar. Cedo também se revelaram tanto a sua propensão para uma vida excêntrica e libertina, como o desejo de viver da escrita. Antes de eclodir a guerra, Hašek contava já...

ler mais
Jaume Cabré é um dos mais conceituados e premiados autores espanhóis da actualidade. Nasceu em Barcelona, em 1947. Licenciado em filologia e professor catedrático de Língua e Literatura, converteu-se num dos mais importantes romancistas das letras catalãs. Os seus livros foram reconhecidos e galardoados com os prémios mais significativos da crítica espanhola e internacional. É autor consagrado de...

ler mais
Professor, tradutor, crítico e editor, Jerónimo Pizarro é o responsável pela maior parte das novas edições e novas séries de textos de Fernando Pessoa publicadas em Portugal desde 2006. Professor da Universidade dos Andes, titular da Cátedra de Estudos Portugueses do Instituto Camões na Colômbia e Prémio Eduardo Lourenço (2013), Pizarro voltou a abrir as arcas pessoanas e redescobriu «A Biblioteca...

ler mais
Professor, tradutor, crítico e editor, Jerónimo Pizarro é o responsável pela maior parte das novas edições e novas séries de textos de Fernando Pessoa publicadas em Portugal desde 2006. Professor da Universidade dos Andes, titular da Cátedra de Estudos Portugueses do Instituto Camões na Colômbia e Prémio Eduardo Lourenço (2013), Pizarro voltou a abrir as arcas pessoanas e redescobriu «A Biblioteca...

ler mais
Jerry A. Coyne é professor no Departamento de Ecologia e Evolução da Universidade de Chicago. Completou o seu doutoramento em Biologia Evolutiva na Universidade de Harvard em 1978, trabalhando no laboratório de Richard Lewontin. Hoje é um dos investigadores mais conceituados nesta área. Escreveu centenas de artigos científicos, críticas de livros e comentários, bem como a obra académica mais...

ler mais
Joana Gorjão Henriques nasceu em Lisboa, em 1975. Entrou para o jornal «Público» no final de 1999, onde trabalhou durante dez anos na secção de Cultura. Foi bolseira na Nieman Foundation for Journalism na Universidade de Harvard em 2009, e estudou Sociologia na London School of Economics em 2010. Durante esses dois anos focou a sua investigação académica nas relações raciais e étnicas. Regressou...

ler mais
João Constâncio nasceu em Lisboa em 1971. Licenciou-se em Filosofia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e doutorou-se em 2005, também na FCSH, com uma dissertação sobre Platão. Ensina no Departamento de Filosofia da FCSH desde 1996. Como membro integrado do Instituto de Filosofia da Nova (Ifilnova/ FCSH), dirige o Nietzsche International Lab (NIL). As suas...

ler mais
João Constâncio nasceu em Lisboa em 1971. Licenciou-se em Filosofia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, e doutorou-se em 2005, também na FCSH, com uma dissertação sobre Platão. Ensina no Departamento de Filosofia da FCSH desde 1996. Como membro integrado do Instituto de Filosofia da Nova (Ifilnova/ FCSH), dirige o Nietzsche International Lab (NIL). As suas...

ler mais
Nascido em 1948, é professor catedrático aposentado do ISEG/UTL, presidente da Associação para a Competitividade da Indústria da Fileira Florestal e membro do Conselho Económico e Social. É licenciado, doutorado e agregado em Economia pelo ISEG/UTL. Foi director-geral do Departamento Central de Planeamento e assessor do presidente da República no tempo de Mário Soares e de Jorge Sampaio.

ler mais
João Madeira nasceu em Lisboa, em 1955. Licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Obteve o mestrado em História Contemporânea e o doutoramento em História Social e Política Contemporânea na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É autor de «Os Engenheiros de Almas: o Partido Comunista e os Intelectuais» (Estampa, 1996), «Vítimas...

ler mais
João Pedro George nasceu em Moçambique em 1972. Concluiu o mestrado em Sociologia na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. No seguimento deste trabalho, publicou «O Meio Literário Português: Prémios Literários, Escritores e Acontecimentos (1960-1999)» (Difel, 2002). O seu interesse profissional pela cultura portuguesa contemporânea, mais especificamente pela...

ler mais
Nasceu em Lisboa, em 1980. Em 2005, formou-se no International Center of Photography, em Nova Iorque, especializando-se em Fotojornalismo e Fotografia Documental. Começou a trabalhar como fotógrafo aos 18 anos, tendo passado grande parte da última década a trabalhar na América Latina. Em 2007, publicou em Portugal o seu primeiro livro de fotografia (em colaboração com Rui Daniel Galiza, autor dos...

ler mais
João Tomaz (Lisboa, 1977) é licenciado em Informática e Gestão de Empresas (ISCTE-IUL). Cronista no jornal O Benfica e no semanário Vida Económica, colaborador ocasional da revista Volta ao Mundo e comentador na BTV, já publicou em co-autoria os livros 110 Histórias à Benfica, Plantel Glorioso, Assim se Fez Glorioso e O Livro do Tri. É autor de Cheira Bem, Cheira a Lisboa, a biografia do...

ler mais
João Manuel Varela, que viria a ser conhecido pelo pseudónimo João Vário, nasceu em 1937, no Mindelo, Cabo Verde. Fez aí os estudos primários e secundários, tendo depois estudado Medicina em Coimbra e Lisboa, antes de se exilar na Bélgica, dedicando-se à investigação no domínio do cérebro na Universidade de Antuérpia, cidade onde viveu 33 anos. Estreou-se, em 1958, com «Horas sem Carne», que...

ler mais
Joaquim Vieira (1951), jornalista, ensaísta e documentarista, foi director-adjunto do «Expresso», redactor principal da «Visão», director-adjunto para os Programas da RTP e director da revista «Grande Reportagem». Autor da série em dez volumes «Portugal Século XX – Crónica em Imagens» (Círculo de Leitores, 1999-2001), dirigiu para a mesma editora uma colecção de 18 fotobiografias de figuras...

ler mais
John Berryman nasceu em 1914, no estado norte-americano do Oklahoma. Estudou com distinção em Columbia e em Cambridge. Deu aulas de literatura nas universidades de Princeton, Harvard, Iowa e Minnesota. Escreveu um estudo biográfico sobre Stephen Crane, ensaios sobre Shakespeare e outros poetas, e deixou um romance autobiográfico inacabado. Os seus primeiros livros de poesia, «Poems» (1942) e «The...

ler mais
John Cornwell nasceu em Londres, em 1940. É jornalista, escritor e historiador, mais amplamente conhecido pela sua obra «O Papa de Hitler», uma biografia de Eugenio Pacelli (que, em 1939, se tornaria o papa Pio XII) onde o autor demonstra a estreita colaboração entre o papado e o regime nazi. Com o livro — «Hitler´s Scientists: Science, War and the Devil´s Pact» — conquistou o prémio Science and...

ler mais
John Freeman (1974) é escritor e crítico literário. Dirigiu durante vários anos a «Granta», uma das mais prestigiadas revistas literárias do mundo, onde se notabilizou pelo impulso que deu ao processo de internacionalização, com edições da Suécia à Turquia, de Itália ao Japão, incluindo Portugal. Escreve para várias publicações, como a «New York Times Book Review», o «Los Angeles Times», o...

ler mais
Professor de Ciência Política na Universidade de Chicago.

ler mais
John Keegan (1934) é um dos historiadores de maior relevância e prestígio internacional, tendo contribuído como poucos para a divulgação, entre o grande público, de temas tão vastos como a Primeira e a Segunda Guerras Mundiais e a Guerra do Iraque. Docente da Academia Militar de Sandhurst durante várias décadas, foi também professor convidado na Universidade de Princeton e no Vassar College, nos...

ler mais
John R. Talbott trabalhou na banca de investimento para a Goldman Sachs e é Professor Visitante da Anderson School of Management, na Universidade da Califórnia. É autor de vários livros de economia e de política, nomeadamente «The Coming Crash in the Housing Market», livro «bestseller» que prenunciou a crise imobiliária e financeira nos Estados Unidos. Escreveu artigos para o «Wall Street...

ler mais
Jon Miller licenciou-se em Filosofia no King´s College, em Londres, e fez um mestrado em Inteligência Artificial. É responsável pelo planeamento estratégico da Ogilvy, tendo a seu cargo muitas das marcas-chave da agência (como a Unilever, a Nestlé, a Ford, a IBM e a American Express). Trabalhou como consultor independente para um conjunto de grandes clientes em vários sectores de actividade, como...

ler mais
Jordi Burch nasceu em Barcelona, em 1979, cresceu em Lisboa, e vive em São Paulo há cerca de dez anos. Estudou Fotografia no Ar.Co, Centro de Arte e Comunicação Visual. Fez parte do colectivo Kameraphoto. Colaborou com vários órgãos da imprensa: Grande Reportagem, Público, Expresso, Folha de São Paulo, Le Monde, Financial Times.Desde 2008 tem vindo a expor com regularidade em museus e galerias,...

ler mais
É doutor em História da Educação pela Universidade de Lisboa e mestre em História Contemporânea pela Universidade Nova de Lisboa, professor associado do Instituto de Educação da Universidade de Lisboa e professor convidado da Universidade de São Paulo (Brasil). Tem escrito sobre análise do discurso, história política, história cultural e das mentalidades, especialmente durante o período do Estado...

ler mais
Jorge Uribe é licenciado em Humanidades e Literatura pela Universidad de los Andes (Bogotá) e doutorado em Teoria da Literatura pela Universidade de Lisboa, com uma tese dedicada à recepção das obras de Oscar Wilde, Walter Pater e Matthew Arnold na formação do conceito de despersonalização dramática que subjaz o heteronimismo pessoano. Nos últimos anos, organizou, co-editou e contribuiu para...

ler mais
Sociólogo e historiador, José Barreto desenvolve desde 1982 a sua actividade de investigação no Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa. Na última década, dedicou boa parte do seu trabalho de pesquisa e edição aos escritos políticos e sociológicos de Fernando Pessoa e à história do pensamento político português no século XX. Publicou recentemente o ensaio «Misoginia e...

ler mais
José Carlos Fernandes nasceu em 1964 em Loulé. Não tem qualquer formação artística. Tem, como tantos portugueses, um diploma que atesta que é licenciado em engenharia (neste caso particular, do ambiente). As primeiras incursões no desenho e na BD, estritamente autodidácticas, datam de fins de 1989, mas só em 1999 se aventurou a dedicar-se a tempo inteiro à vasta e incerta galáxia que as Finanças...

ler mais
José Eduardo Agualusa nasceu no Huambo, Angola, em 1960. Estudou Agronomia e Silvicultura em Lisboa. Publicou nove romances - «A Conjura» (1988), «Estação das Chuvas» (1997), «Nação Crioula» (1998), «Um Estranho em Goa» (2000), «O Ano em Que Zumbi Tomou o Rio» (2002), «O Vendedor de Passados» (2004), «As Mulheres do Meu Pai» (2007), «Barroco Tropical» (2009), «Milagrário Pessoal» (2010), «Teoria...

ler mais
José Manuel Paquete de Oliveira (1936-2016) nasceu na Madeira. Estudou no Seminário do Funchal, onde mais tarde foi professor e responsável pela área da Educação, e foi ordenado padre em 1960. Licenciou-se em Sociologia na Faculdade de Ciências Sociais da PUC, em Roma. Trabalhou como jornalista profissional, nomeadamente, no Jornal da Madeira, no Diário de Notícias do Funchal, no Diário Popular,...

ler mais
José Maria Brandão de Brito nasceu em 1947. É economista e professor catedrático do ISEG/UTL, onde lecciona cadeiras de economia. É vice­‑reitor da Universidade Técnica de Lisboa. Foi administrador da TAP e presidente da RTP. Foi membro dos conselhos gerais da UTL e do ISEG, e do Conselho Geral e de Supervisão da EDP. É membro de várias instituições científicas. Colabora regularmente, com...

ler mais
José Medeiros Ferreira nasceu (1942-2014) fez os seus estudos primários e secundários na Ilha de S. Miguel, Açores. Cursou Filosofia em Lisboa, na Faculdade de Letras, tendo sido expulso de todas as universidades portuguesas em 1965, devido ao seu activismo contra o regime salazarista. Licenciou-se em História, em 1972, na Universidade de Genebra, ano em que foi convidado para docente daquela...

ler mais
José Neves nasceu em Lisboa em 1978. É professor auxiliar no Departamento de História da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas e investigador do Instituto de História Contemporânea da Universidade Nova de Lisboa. Dirige actualmente a revista «Práticas da História – Journal on Theory, Historiography and Uses of the Past». É autor de «Comunismo e Nacionalismo em Portugal – Política, Cultura e...

ler mais
Nasceu no Porto, em 1949. Participou na luta contra a ditadura antes do 25 de Abril. Foi professor de vários graus de ensino. Foi deputado na Assembleia da República e no Parlamento Europeu, e dirigente do PSD. Publicou mais de uma dezena de livros sobre história e política.Colabora regularmente na imprensa escrita, na rádio e na televisão. É autor do programa da SIC Notícias «Ponto Contraponto» e...

ler mais
José Ricardo Nunes nasceu em Lisboa, em 1964. Vive em Caldas da Rainha. É licenciado em Direito e mestre em Cultura e Literatura Portuguesas. «Rua 31 de Janeiro — Algumas Vozes» (& etc, 1998) foi o seu livro de estreia na poesia, ao qual se seguiram «Na Linha Divisória» (Campo das Letras, 2000), «Novas Razões» (Gótica, 2002) e, todos publicados pela Deriva, «Apócrifo» (2007), «Versos...

ler mais
José Silva Pinto nasceu no Lobito, em 1959, e partiu com a família para Portugal em 1975. Frequentou o liceu em Lisboa e, depois de atingir a maioridade, iniciou um circuito de viagens, sempre a pretexto de formação e trabalho: em Zurique, estudou biotecnologia; na Holanda, trabalhou na indústria farmacêutica; passou pela ex-URSS, pela Alemanha, por França, pelo Vietname, pelo Camboja e pelo...

ler mais
Nasceu no Porto, em 1984. É sociólogo e doutorando na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra/ Centro de Estudos Sociais, na área da sociologia do trabalho e da acção colectiva. É curinga do Teatro do Oprimido. Foi deputado à Assembleia da República. Faz parte da direcção da cooperativa cultural Cultra (Cooperativa Cultura, Trabalho e Socialismo).

ler mais
Josep Pla nasceu em Palafrugell, na comarca catalã de Empordà, em 1897. Considerado por muitos o mais importante escritor da literatura catalã contemporânea, é também seguramente um dos mais profícuos, pois a sua obra totaliza 47 volumes. Em 1909, Pla foi estudar para Girona e, em 1913, mudou-se para Barcelona, onde estudou Ciências e Medicina e onde se licenciou em Direito. Contudo, dedicou a...

ler mais
Juan Cavia, argentino, nasceu com um talento inato para o desenho. Em pequeno passava horas a copiar os seus livros de banda desenhada preferidos, sem no entanto chegar a bons resultados. Aos 10 anos de idade e depois de muitas tentativas falhadas de fazer as suas próprias histórias, começou a ter aulas com o professor Carlos Pedrazzini, que durante mais de um ano fez incidir os seus estudos sobre...

ler mais
Julien Green nasceu em Paris no ano de 1900. Romancista, dramaturgo e crítico literário, foi o primeiro escritor não francês a ser integrado na Academia Francesa, que lhe atribuiu, em 1971, o Grande Prémio da Literatura como reconhecimento pelo virtuosismo literário das suas obras. Os pais de Green eram americanos, mas, por motivos de trabalho, viveram durante vários anos em França. Julien Green...

ler mais
Nasceu em Lisboa, em 1965. Nos primeiros anos de liceu começou a coleccionar todo o tipo de materiais políticos, da direita à esquerda. Mais uns que outros, porque os tempos também eram de militância activa. Mais tarde, ofereceu-os ao Ephemera e passou a colaborar no trabalho de preservar a memória colectiva em risco.É responsável pela página dos Amigos de Ephemera no Facebook e pelo Twitter...

ler mais
Justin Pearce é investigador na Faculdade de Política e Estudos Internacionais na Universidade de Cambridge (St. Johns College). Doutorou-se na Universidade de Oxford com uma investigação sobre a guerra civil angolana (2011) e fez o pós-doutoramento na School of Oriental and African Studies da Universidade de Londres. Foi jornalista na África do Sul, no Reino Unido e em Angola. Publicou artigos em...

ler mais