Inicio\GRANTA PortugalTinta da China Brasil\
ENTRAR
ITENS: 0
TOTAL: €0
[CESTO VAZIO]
subscrever NEWSLETTER
AUTORES
Inês Brasão (Caldas da Rainha, 1972) é doutorada em Sociologia pela Universidade Nova de Lisboa. Com actividade docente desde 1999, tem publicado nos domínios da sociologia da cultura, da história do corpo e das estruturas da sociedade portuguesa. É autora de «Dons e Disciplinas do Corpo Feminino: Os discursos sobre o corpo no período do Estado Novo», obra premiada pela Comissão para a Condição...

ler mais
Inês Gonçalves nasceu em Málaga, em 1964, e vive em Lisboa. Colabora regularmente com vários jornais e revistas. O seu trabalho fotográfico está publicado em diversos livros: «Cabo Verde», com texto de João Miguel Fernandes Jorge (1999); «Goa: História de Um Encontro», com Catarina Portas (2001); «Agora Luanda», em co-autoria com Kiluanje Liberdade e com textos de Delfim Sardo e José Eduardo...

ler mais
Doutorada em História Institucional e Política Contemporânea pela FCSH‑UNL. Investigadora do Instituto de História Contemporânea. Em 2007, foi galardoada com o Prémio Pessoa. É autora de vários livros, entre os quais «História das Organizações Femininas do Estado Novo» (2000), «A História da PIDE» (2007), «Biografia de Um Inspector da PIDE» (2008), «Cardeal Cerejeira» (2010), «Salazar,...

ler mais
Isabel Ventura (Lisboa, 1975) é bolseira da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) e investigadora do Centro de Investigação em Ciências Sociais (CICS) da Universidade do Minho, onde está a realizar o doutoramento com um projecto sobre a reprodução da desigualdade de género na lei e nas suas práticas relativamente aos crimes de violação. É mestre em Estudos sobre as Mulheres pela Universidade...

ler mais
Ivan Alexandrovich Gontcharov nasceu a 6 de Junho de 1812 em Simbirsk (actual Ulianovsk) e morreu a 15 de Setembro de 1891 em São Petersburgo. Filho de uma família de mercadores recém-nobilitados, entrou para a Universidade de Moscovo em 1831, graduando-se em 1834.Em 1835, torna-se funcionário do Ministério das Finanças e em 1856 entra para os Serviços de Censura. Entre 1852 e 1855, participa numa...

ler mais