Inicio\GRANTA PortugalTinta da China Brasil\
ENTRAR
ITENS: 0
TOTAL: €0
[CESTO VAZIO]
subscrever NEWSLETTER
AUTORES
D.H. Lawrence (1885-1930) nasceu em Eastwood, Inglaterra. Romancista, poeta, dramaturgo, pintor e crítico, é uma figura incontornável do século XX. Começou a escrever muito cedo, tendo publicado o primeiro romance, «O Pavão Branco», aos 25 anos, «Filhos e Amantes» dois anos mais tarde, e «O Arco-Íris» e «Mulheres Apaixonadas» na casa dos 30. Foi vilipendiado por se opor à Primeira Guerra Mundial,...

ler mais
Daniel Blaufuks nasceu em Lisboa em 1963, numa família de refugiados judeus alemães. A sua formação dividiu-se entre a AR.CO, Lisboa, o Royal College of Arts, Londres, e a Watermill Foundation, Nova Iorque.Blaufuks tem trabalhado na relação entre fotografia e literatura, através de obras como «My Tangier», com o escritor Paul Bowles. Mais recentemente, «Collected Short Stories» apresentou vários...

ler mais
Daniel Metcalfe (1979) nasceu em Londres e licenciou-se em Estudos Clássicos na Universidade de Oxford. Passou um ano no Irão e na Ásia Central, escrevendo o seu primeiro livro, «Out of Steppe: The Lost Peoples of Central Asia». Foi finalista dos prémios Banff Mountain Book de 2009 e Dolman Travel de 2010. As suas mais recentes viagens pela África lusófona resultaram no livro «Dália Azul, Ouro...

ler mais
Prémio Gazeta revelação em 1998, Daniel Oliveira trabalhou, entre outras publicações, no «Diário de Lisboa», nas revistas «Já» e «Vida Mundial», e no «Diário Económico». Colaborou, coordenou e foi autor de programas de informação na RTP. Foi fundador e dirigente do Bloco de Esquerda e da candidatura Livre/Tempo de Avançar. É colunista do semanário «Expresso» desde 2005. Participa nos programas...

ler mais
David Fonseca (Leiria, 1973) é uma das mais carismáticas vozes da música portuguesa contemporânea. O seu nome é indissociável do da banda a que deu voz, os Silence 4 (1998-2002). Em 2004, juntamente com Manuela Azevedo e Camané, participou no projecto Humanos, dando voz a temas inéditos de António Variações. No ano anterior, David Fonseca lançou a sua carreira a solo com o álbum «Sing Me Something...

ler mais
David Kamp escreve na «Vanity Fair», onde foram publicadas as primeiras versões reduzidas de «Dicionário de Cinema para Snobs» e de «The Rock Snob’s Dictionary», e colabora regularmente na «GQ». Vive em Nova Iorque.

ler mais
David Muir é director do Grupo de Desenvolvimento da Ogilvy, no Reino Unido. Foi responsável de diversas contas da Ogilvy, da KJS à First Choice Holidays, e desenvolveu inúmeros projectos de investigação. Os seus artigos têm sido publicados em «The Financial Times», «The Guardian», «Marketing» e «Marketing Week». Fez o mestrado em Política e Economia na Universidade de Glasgow e concluiu com...

ler mais
David Peace nasceu em 1967, em Yorkshire, Inglaterra. Em 1991 partiu para Istambul, onde leccionaria a língua inglesa. Em 1994, ainda como docente, mudou-se para Tóquio, cidade onde vive com a família. A sua infância e o seu imaginário foram marcados pelos crimes do «Violador de Yorkshire», que lhe aguçaram o interesse pelo universo criminal e policial. É autor dos romances da série «Red Riding»...

ler mais
Denis Diderot nasceu a 5 de Outubro de 1713, em Langres, no norte de França. Em 1732 concluiu os seus estudos na Universidade de Paris. Pouco se sabe da sua vida entre os anos de 1734 e 1744: desistiu de entrar para o mundo do teatro e, para sobreviver, decidiu ser professor; a certa altura sentiu-se seduzido pela carreira eclesiástica, mas a verdade é que enveredou por uma vida boémia e...

ler mais
Diana Andringa nasceu em 1947, no Dundo, Lunda-‑Norte, Angola, vindo para Portugal em 1958. Em 1964 ingressou na Faculdade de Medicina de Lisboa, que abandonou para se dedicar ao jornalismo. Em 1968, frequentou o Primeiro Curso de Jornalismo, criado pelo Sindicato dos Jornalistas, e entrou para a «Vida Mundial», de onde saiu no âmbito de uma demissão colectiva. Desempregada, foi...

ler mais
Diego Palacios Cerezales é professor de História da Europa na Universidade de Stirling, no Reino Unido. Trabalha sobre os movimentos sociais, a polícia e o Estado em Espanha e em Portugal durante os séculos XIX e XX.Tem diversos artigos publicados, para além dos livros «Estranhos Corpos Políticos. Protesto e Mobilização no Portugal do Século XIX» (Lisboa, Unipop, 2014) e «O Poder Caiu na Rua....

ler mais
Historiador, ensina desde 1981 na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Foi professor visitante nas universidades de Brown, Yale e no King’s College de Londres. Entre 2000 e 2008, foi professor da Cátedra Vasco da Gama em História da Expansão Europeia, no Instituto Universitário Europeu (Florença). Em 1988, co‑fundou a colecção «Memória e Sociedade» (Difel),...

ler mais
Douglas Atkin vive em Nova Iorque e é director de planeamento estratégico da Merkley and Partners, uma agência de publicidade internacionalmente reconhecida. Tem trabalhado com inúmeros clientes no sentido de potenciar as suas qualidades enquanto marcas de culto, nomeadamente a Mercedes, a Pfizer, a Smith Barney, a Fila e a JetBlue. Atkin é especialista nos processos que consolidam a relação entre...

ler mais
Nasceu em 1937, em St. Louis, Missouri, e vive em Durham, New Hampshire. Formou-se no Dartmouth College em 1959, com distinção em História, e doutorou-se na Universidade de Boston, com uma tese sobre história da África portuguesa. Foi bolseiro do NDEA, da Fundação Calouste Gulbenkian, da FLAD, da Fulbright Grant (na Universidade de Lisboa) e da Fulbright-Hays. É autor e co-autor de diversos...

ler mais
Duarte Pape (Lisboa, 1982) licenciou-se em Arquitectura pelo Instituto Superior Técnico, com trabalho final subordinado ao tema «Projecto urbano em Chelas», orientado pelo arquitecto Manuel Salgado (2006). Expôs no Festival Beyond Media, Florença, 2006, com o trabalho «Roman theatres according to the rules of Vitruvio». Em 2007, iniciou a sua colaboração com o ateliê Promontório Architecture,...

ler mais
Dulce Maria Cardoso (Trás-os-Montes, 1964) publicou em 2001 o seu romance de estreia, «Campo de Sangue», Grande Prémio Acontece, escrito na sequência de uma bolsa de criação literária do Ministério da Cultura.Desde então publicou os romances «Os Meus Sentimentos» (2005), Prémio da União Europeia para a Literatura, e «O Chão dos Pardais» (2009), Prémio Pen Club. Uma antologia de contos, «Até Nós»,...

ler mais